St. Patrick’s Day & Boxty

A postagem de hoje é em homenagem a São Patrício, o santo mais aclamado da cultura irlandesa. Como alguns já sabem sou uma amante da Irlanda, gosto muito da cultura, da música, da comida (hoje teremos Boxty por aqui!) e principalmente da cerveja!

O St. Patrick’s Day, como já contei no post anterior, é uma celebração religiosa ao mais importante padroeiro da Irlanda. Em contrapartida é uma boa desculpa para dançar, tomar cerveja e comemorar a data. Na Irlanda as pessoas saem as ruas, vestidas de verde, é um dia muito alegre para todos.

“Conta-se que São Patrício utilizou-se do famoso trevo, tão comum na ilha, para explicar o mistério da santíssima trindade cristã. Ele usava do trevo como exemplo dizendo que assim como este era “um” com suas três folhas, Deus era um nas três pessoas da trindade. Alguns pagãos afirmam que este não é um conceito cristão e que o trevo já era um símbolo da deusa tríplice antes do santo catequizar na ilha.”
(Fonte: Blog Vale do Mago)

A Pri do Culinarístico fez uma receita de Colcannon para comemorar o St. Patrick’s Day com a gente. Dá um pulinho lá =).

Não temos muitos filmes sobre a saga de São Patrício, mas temos muitos filmes que mostram a Irlanda, como já vimos nesse post.

Vamos falar um pouco de cerveja?

wexford

Cervejaria: Greene King
Graduação Alcoólica: 5,0%
Temperatura ideal para consumo de: 3 a 5ºC

Normalmente quando se fala em cerveja estilo irlandesa vem logo a cabeça aquela coisa preta linda que é a Guinness. Porém, hoje eu resolvi experimentar uma outra cerveja “Irish Style” para acompanhar a receita da postagem.  A Wexford é uma cerveja tipo Cream Ale. Feita do modo de fermentação mais tradicional das cervejas irlandesas ela é naturalmente cremosa e macia. Achei a sensação mais forte ao tomá-la do que quando tomo Guinness, elas não são cervejas parecidas. Só se igualam na bela cremosidade que se forma ao servir. Com um fundo de caramelos e frutas ela tem uma cor incrível, que quase te hipnotiza.

 

 Vamos a receita? Boxty é uma receita tradicional da Irlanda e o que mais poderia levar do que batatas? Eu fiquei intrigada quando comecei a pesquisar, pois achei super interessante a massa levar batatas cruas e purê também. Elas podem ser comidas no café da manhã (pq não?) ou também nas refeições principais. Geralmente ela vem acompanhada de bacon ou algum tipo de linguiça, porém, também pode vir acompanhada de cogumelos, que foi o que eu resolvi fazer aqui para vocês.STPAT2

Boxty

Preparo: 30 min
Cozimento: 15 min
Serve: 4 porções

Ingredientes

  • 1 xíc. e 1/2 de batata (usei a rosa) ralada
  • 1 xíc. de purê de batatas (2 batatas pequenas, 1/4 xíc. leite fervente, 1 pitada de sal, 1 colher sopa de manteiga, noz-moscada ralada)
  • 1 ovo
  • 1 xíc. de farinha de trigo
  • 1/2 xíc. de creme de leite fresco (as vezes vai um pouquinho mais, sinta a massa)
  • 1 colher rasa de café de sal
  • 1 pitada de pimenta (usei a branca)
  • 1 pitada de páprica picante
  • 1 colher de café de fermento químico em pó
  • Manteiga para fritar
  • 2 talos de cebolinha picados 1/2 xíc. de cogumelos 1 colher de sopa bem generosa de manteiga 1 pitada de sal Pimenta branca
  • 1/2 xíc. de cogumelos
  • 1 colher de sopa bem generosa de manteiga
  • 1 pitada de sal Pimenta branca
  • Pimenta branca

Modo de fazer

  1. Rale a batata (usei o processador, porque né? Muito mais fácil) e deixe-a em uma tijela com agua para não escurecer. Enquanto isso prepare o purê de batatas: em uma panela coloque as batatas para ferver até ficarem macias. Escorra. Passe no espremedor de batatas, misture leite, manteiga, sal, noz moscada e bata bem. Escorra a água das batatas e com a ajuda de um pano de prato esprema ela para que ela fique bem sequinha, sem excesso de líquidos. Em uma tigela misture a batata ralada, o pure, o ovo (já batido), o creme de leite, todos os demais ingredientes, exceto o fermento e vá adicionando a farinha aos poucos. Por fim adicione o fermento em pó. A massa fica numa consistência que você coloca em colheradas na frigideira e tem que espalhá-la um pouco. Nem tão líquida, nem tão grossa. Aqueça uma frigideira anti-aderente e coloque um pouco de manteiga, em fogo baixo, deixe que ela derreta. Adicione umas 2 colheres de sopa de massa e espalhe. Quando formar uma casquinha dourada de um lado, vire e deixe fritar. Frite até finalizar a massa. Para a guarnição de cogumelos, você vai fazer o seguinte: aqueça a manteiga, jogue os cogumelos, deixe que eles dourem dos dois lados, adicione o sal e a pimenta. Tá pronto! Para a montagem, coloque as panquequinhas em um prato, adicione a guarnição e salpique com cebolinhas picadas.

Você também pode gostar de:

Comentários no Facebook

3 Comentários

  • Noêmia 17 de março de 2014 (14:55)

    Sara, no próximo fim de semana vou fazer estas panquecas, porque juntar paixões como Irlanda, batata e cerveja é uma festa!
    Fiquei curiosa com esta cerveja. Vou tentar encontrar por aqui.
    Beijo,

    • Sara Graciano
      Sara Graciano 17 de março de 2014 (16:00)

      Noemia, achei ela deliciosa (a cerveja), assim como me surpreendi também com as panquecas, ficaram saborosas demais.
      Se achar por aí compre mesmo, recomendo fortemente!
      Depois me conta se gostou.
      Beijos!

  • Batatas Com Sabor 18 de novembro de 2014 (15:01)

    Boa tarde,
    Já conhecíamos algumas variantes desta receita, mas a original é sempre a original 🙂
    Vamos ter de experimentar, e não vamos resistir a partilhar na nossa página.

    Se, como nós, é fã de batata, convidamos a conhecer a nossa página. Temos variadas receitas, dicas e curiosidades com o nosso ingrediente favorito 🙂

    Também estamos no Facebook, em https://www.facebook.com/batatascomsabor

    Obrigado e continuação de boas receitas