Cozinha Prática com Rita Lobo & Torta de Palmito

Desde pequena eu amo programas de culinária. Lembro que eu tinha um caderninho, aonde ia anotando todas as receitas que achava legal. Ao invés de passar as tardes vendo desenho, eu passava assistindo programas de receitas. Acho que já era anunciado que eu iria gostar de cozinhar para o resto de vida. Acho que a cozinha é uma terapia, um prazer, um alívio. Tem aqueles dias que você não está afim, como qualquer outra coisa na vida, mas mesmo assim, depois que começa a cozinhar parece que tudo melhora.

Sempre que eu ligo a TV coloco em algum canal que sei que passa programas desse estilo. Tenho alguns favoritos e é de um deles que vou falar hoje: Cozinha Prática com Rita Lobo – passa no canal GNT. Rita é diva, sempre falo isso quando a menciono. Não houve nenhuma receita que fiz dela que deu errada. Todas ficam perfeitas. Além de tudo isso ela é uma pessoa muito carismática e conversa com a gente enquanto cozinha. Cada final de programa dá vontade de correr para a cozinha e fazer a receita.

Rita Lobo é formada em gastronomia nos EUA, pelo ICE (Institute of Culinary Education), ela começou a escrever sobre comida em 1995, no jornal Folha de S.Paulo. Em 2000, lançou o Panelinha, primeiro site de receitas testadas exclusivamente para internet brasileira. De lá pra cá, publicou quatro livros: “Cozinha de Estar” (Conex), “Culinária para bem estar – receitas antiTPM” (Panelinha), “A conversa chegou a cozinha – crônicas e receitas” (Ediouro) e o best-seller “Panelinha – receitas que funcionam” (Senac).

Dentre as minhas receitas favoritas está a Torta de Palmito. Vou contar pra vocês que sou ‘famosa’ por ela, no meio dos meus amigos e conhecidos, mas é tudo culpa da Rita Lobo. Ela que é responsável por essa magia toda. Outro dia eu adicionei um pouco de cream cheese (porque eu amo isso) e ficou mais fabulosa ainda. Nada impede de complementar algo bom com coisas ainda mais gostosas, não é mesmo?

O Cozinha Prática passa todas as segunda-feira, as 20:00 no Canal GNT. Tem reprises na semana e também está disponível no GNT Play – onde podemos rever todos os episódios.

Vou deixar o link aqui para o vídeo com a Rita ensinando a fazer a receita, mas passo ela também para vocês aqui embaixo. Espero que gostem dela tanto quanto eu ;).

Torta de Palmito

Preparo: 90 min
Cozimento: 60 min
Serve: 8 porções

Ingredientes

  • Para a massa: 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 150 g de manteiga gelada em cubos
  • 3/4 de xícara (chá) de água gelada
  • 1 pitada de sal
  • Para o recheio: 500 g de palmito pupunha fresco (cerca de 4 toletes)
  • 2 tomates maduros
  • 1/2 xícara (chá) de ervilha fresca congelada
  • 1 cebola
  • 2 dentes alho
  • 1 1/2 xícara (chá) de leite
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 6 ramos de salsinha
  • Noz-moscada ralada na hora a gosto
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
  • Para a montagem: 1 ovo
  • Farinha de trigo para polvilhar a bancada

Modo de Fazer

  1. Massa: Numa tigela grande, misture a farinha com o sal. Acrescente a manteiga e, com as pontas dos dedos, misture até formar uma farofa grossa. Junte a água gelada e amasse até ficar lisa. Modele uma bola, envolva com filme e leve à geladeira por 1 hora. Enquanto isso, prepare o recheio.
  2. Recheio: Faça o pré-peparo: corte o palmito em meias luas de cerca de 1cm de espessura; lave, seque, descarte as sementes e corte os tomates em cubos pequenos; descasque e pique fino a cebola e o alho; lave, seque e pique fino a salsinha. Leve ao fogo médio uma panela média para aquecer. Adicione a manteiga e deixe derreter. Junte a cebola picada, tempere com uma pitada de sal e refogue por cerca de 2 minutos até murchar. Acrescente o alho e mexa por apenas 1 minuto para perfumar. Junte o tomate e misture por mais 1 minuto. Adicione ao refogado o palmito e as ervilhas congeladas. Deixe cozinhar por cerca de 5 minutos, mexendo de vez em quando, até o palmito estar cozido, mas ainda firme. Polvilhe a farinha de trigo e mexa por cerca de 1 minuto - a mistura de farinha com a manteiga do refogado vai engrossar o recheio. Adicione o leite aos poucos, mexendo bem a cada adição para dissolver os gruminhos de farinha. Tempere com sal, noz-moscada e pimenta-do-reino a gosto. Deixe cozinhar em fogo médio, mexendo de vez em quando até engrossar, por cerca de 5 minutos depois que ferver. Desligue o fogo e misture a salsinha picada. Transfira o recheio para uma tigela e deixe amornar - se estiver muito quente, na hora de montar, a torta pode umedecer e cozinhar a massa.
  3. Montagem: Preaqueça o forno a 200 ºC (temperatura média). Separe uma fôrma redonda com fundo removível de 25 cm de diâmetro. Retire a massa da geladeira e deixe em temperatura ambiente por 10 minutos - assim fica mais fácil para abrir. Com uma espátula (ou faca) corte a massa de torta ao meio. Polvilhe a bancada com farinha de trigo e, com um rolo de macarrão, abra uma das metades num círculo 4 cm maior que o diâmetro da fôrma. Para transferir, enrole o círculo de massa no rolo de macarrão e desenrole sobre a fôrma - com as mãos, ajeite e pressione delicadamente para forrar o fundo e lateral da fôrma. Polvilhe mais um pouco de farinha sobre a bancada e abra o restante da massa, formando um retângulo de 41 cm x 24 cm. Com a faca (ou carretilha), corte 5 tiras largas de 4 cm de largura e 21 tiras finas de 1 cm de largura - as tiras devem ser longas o suficiente para cobrir a torta. Una a ponta de 3 tiras finas e modele uma trança. Repita com todas as tiras finas - no total você vai precisar de 7 tranças. Preencha o fundo da torta com todo o recheio, nivelando com as costas de uma colher. Cubra o recheio com as tiras e tranças, fazendo uma treliça: disponha as 5 tiras largas na horizontal, uma ao lado da outra, deixando cerca de 0,5 cm entre cada uma até cobrir toda a torta; levante 3 tiras intercaladas até a metade da torta, e acrescente uma das tranças na vertical (as novas tiras devem ficar perpendiculares); abaixe as 3 tiras e comece a tecer. Pressione as pontas das tiras e tranças na massa da lateral para selar. Com a faca (ou carretilha) corte o excesso de massa da lateral da fôrma, deixando cerca de 2 cm de massa acima do recheio para finalizar - você pode usar as aparas de massa para fazer biscoitinhos. Com a ponta do dedão, dobre e pressione a massa da borda para fazer o acabamento. Numa tigela, misture o ovo com a água e pincele sobre toda a massa. Leve a torta ao forno e deixe assar por cerca de 45 minutos até ficar bem dourada. Retire do forno e deixe amornar antes de desenformar. Sirva a seguir.

Dica:

A torta também fica uma delícia se servida morna a fria.

Nenhum Comentário

    Comente com o Facebook