Paterson & Cupcake de Baunilha com Brigadeiro

Eu amo Jim Jarmusch. Ele está na minha seleta lista de diretores favoritos. Como eu sempre digo: Jim nunca decepciona. Aqui no blog temos o “Only lovers left alive” que é dele, aquela beleza incrível e inesquecível. Pelo visto o Jim sempre me traz a uma coisa doce, como foi o bolo de chocolate com cerejas, dessa vez  com Paterson,  eu resolvi fazer cupcakes pela primeira vez. Pasmem, eu nunca tinha feito os tais famosos bolinhos.

paterson-movie-capa

Paterson é um filme sólido. Ele vem para propor uma análise sobre a vida. A vida simples, comum, a que vivemos todos os dias. Acordar todos os dias no mesmo horário, beijar a namorada que ainda dorme, comer seu cereal e ir trabalhar. Na volta pra casa passear com o cachorro e tomar um chopp com os amigos.

paterson-movie (8)

No meio de tudo isso entra a delicadeza e equilíbrio das lentes de Jarmusch. Ele, como tantas vezes fez Ozu, consegue retratar esse dia-a-dia de uma forma poética. Paramos para pensar: quanta poesia não está escondida nos pequenos momentos, que nem percebemos, em nossa própria existência?

paterson-movie (2)

Paterson (Adam Driver, de Girls e Frances Ha), é um motorista de ônibus, que aproveita os momentos de folga, entre uma viagem e outra, e seu horário de almoço para escrever poesias. Ele é um poeta à moda antiga. Em seu pequeno “caderno secreto” ele rascunha diariamente seus pensamentos. Atento as conversas dos passageiros, ele sorri sozinho quando ouve algo cômico, que servem também de inspiração para sua pequena grande obra.

paterson-movie (5)

O filme se passa na cidade também chamada Paterson, como o protagonista, em Nova Jersey. Pelos olhos do motorista atento, vamos conhecendo também um pouco da história da cidade, onde nasceu Lou Costello, um antigo humorista e também o poeta Allen Ginsberg, um poeta da época beat, conhecido pelo seu livro de poesias “Howl”. Mas para Paterson a inspiração toda que o leva pelas ruas da cidade está no poeta e médico William Carlos Williams. Os versos que tomam a tela, palavra por palavra, de forma extremamente linda, são diretamente inspirados na obra e estilo de Williams.

paterson-movie (7)

Acompanhando uma semana da vida de Paterson, Jarmusch nos mostra que todos os dias dele são iguais, mas sempre com algo diferente. Todos os dias ao chegar em casa do trabalho, o cachorro o espera para sair. Sua namorada, Laura (Golshifteh Farahani), ainda não sabe o que quer ser na vida, entre seus desejos estão: ser cozinheira e abrir uma loja de cupcakes, ser estilista ou se transformar em uma famosa cantora (que ainda precisa aprender a tocar violão). Os diálogos dos dois são ao mesmo tempo cômicos e sérios, e fazem a gente refletir que às vezes as pessoas esperam tanto das outras, enquanto elas mesmas não sabem o que querem das próprias vidas. E quem sabe ao certo?

paterson-movie (3)

Jim Jarmusch desmistifica aquela velha e icônica ideia de que todo poeta é um gênio e que toda vida precisa de muita coisa para acontecer de forma singular. A vida apenas acontece e cabe a nós aceitarmos isso e irmos vivendo da melhor forma possível, ou do jeito que dá.

Trailer:

Vamos aos cupcakes?

cupcake-baunilha-paterson

Cupcake de Baunilha com Brigadeiro

Preparo: 90 min
Cozimento: 60 mins
Rende: 12 unidades

Ingredientes

  • 113g (1/2 xícara) de manteiga
  • 130g (2/3 xícara) de açúcar
  • 3 ovos grandes
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 195g (1 1/2 xícaras) de farinha
  • 1 1/2 colher de chá de fermento
  • 1/4 colher de chá de sal
  • 60ml (1/4 xícara) de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 4 colheres de sopa de cacau em pó
  • 1 colher de sopa de leite em pó
  • 1 colher de sopa de manteiga

Modo de Fazer:

  1. Vamos começar com a cobertura (usei ela também para rechear os cupcakes):
  2. Coloque em uma panela: o leite condensado, o creme de leite, a manteiga, o leite em pó e chocolate (esses últimos peneirei ao colocar na panela para não ficar nenhum tipo de ''gruminho''). Leve ao fogo médio e mexa por mais ou menos 20 minutos. Mexa com vontade, nada de preguiça nessa hora.
  3. Você vai sentir que ele tem um ponto um pouco antes do brigadeiro tradicional. Tire do fogo e coloque pra esfriar em temperatura ambiente coberto com um plástico filme, assim que estiver morno.
  4. Agora a massa dos bolinhos: Primeiramente, peneire a farinha, o sal e o fermento. Reserve.
  5. Ligue o forno a 180 graus.
  6. Na batedeira, coloque a manteiga e o açúcar, bata até atingir uma consistência fofa.
  7. Adicione os ovos um a um e bata mais um pouco.
  8. Vá colocando aos poucos o leite e a farinha batendo um pouco mais, não muito, pois queremos um bolo fofinho e não pesado.
  9. Adicione o extrato de baunilha e desligue a batedeira.
  10. Coloque em forminhas de cupcake até 3/4 da altura delas.
  11. Leve ao forno, por mais ou menos 18 minutos.
  12. Deixe os bolinhos esfriarem completamente (fora da forma) para finalizar.
  13. Encha o saco de confeitar com a cobertura/recheio de brigadeiro.
  14. Faça uma pequena cavidade no centro do cupcake e insira o recheio, tampe novamente e coloque a cobertura. (usei o bico 1M da Wilton, o mais comunzão para esse tipo de 'voltinha' clássica da cobertura)

Referências:

A receita do Cupcake e cobertura que usei foi lá do Cupcakeando, clica no link para ir até lá =)

Nenhum Comentário

    Comente com o Facebook