Sad Vacation & Espaguete de Salmão

Sad Vacation é um filme intenso. Inicialmente conta um pedaço da história de outro filme do mesmo diretor chamado “Helpless”. O filme anterior conta a história de Yasuo Matsumura (um ex-gangster da Yakuza), sua irmã Yuri e Kenji. Yasuo ficou preso por 5 anos após ter assassinado 6 pessoas e estavam com ele Yuri e Kenji. Ambos sumiram depois do massacre e dez anos depois disso começa Sad Vacation.

Kenji, vivivo por Tadanobu Asano (considerado um dos melhores atores japoneses da atualidade), cuidou durante todos esses anos de Yuri e adotou um menino órfão chinês. Existe muito amor e cuidado dele para com essas pessoas, ao longo do filme vai se entendendo o porque disso. Kenji foi abandonado pela mãe quando era pequeno. Ele volta a encontrá-la no meio do filme.
Nesse retorno da mãe a sua vida, temos diálogos doloridos, cenas de ciúmes dos outros filhos e a demonstração de tentar sempre ”manter as aparências” que a mãe dele tem.

Kenji tem sempre trabalhos alternativos. São cenas engraçadas e peculiares. As pessoas acham que a gente não pode rir em um filme japonês, mas já perdi as contas de quantas vezes isso já aconteceu.
Numa dessas malucas jornadas de trabalho ele conhece uma mulher. Temos aí uma das cenas mais belas do filme –  mostra que o amor surge de repente e que ele espera. Ele sempre espera quando é verdadeiro. Indescritível a sensação de conforto que ele tem quando volta para os braços dela. Ela se transforma no porto-seguro dele que teve uma vida tão devastada emocionalmente.

Não posso dizer que esse filme é feito apenas de coisas fáceis de encarar. Temos cenas duras e conversas fortes. Porém, como diria nosso amigo Schopenhauer:

Devemos rir ainda que estejamos em um período difícil. Pois a alegria é uma exceção heroica e sempre desejável em nossa existência.

Pegou?

Sad Vacation me surpreendeu, me emocionou e me deixou pensando em muitas coisas. Vale muito a pena ver, sem falar na trilha sonora que é uma delícia…

Trailer:

Essa receita é jogo rápido, se você está cansado, com preguiça ou sem tempo, esse prato é daqueles que ficam prontos em coisa de meia hora, no maior estilo Jamie Oliver 30 minutes meals! Como eu não tinha penne fui de espaguete mesmo e ficou excelente!
Eu reduzi a receita para uma porção para 2 pessoas. Não adicionei a farinha de trigo (que tem na receita original) pois usei creme de leite de caixinha que já é mais denso que o fresco. Acrescentei cogumelos porque eu gosto muito. 😉
Vamos a receita?

Espaguete de salmão

Temo Prep: 30 mins
Tempo Coz: 15 mins
Serve: 1

Ingredientes

  • 250g de salmão cortado em cubos
  • 250g de espagueti
  • 1 caixinhas de creme de leite
  • 1 cebola pequena picada
  • 1/2 xícara de café da vinho branco seco
  • 150g de cogumelos
  • Azeite de oliva
  • Salsinha
  • Manjericão
  • Pimenta fresca
  • Sal

Modo de Fazer

  1. Coloque água para aquecer em uma panela, quando ferver, adicione a massa e cozinhe conforme indicado na embalagem.
  2. Esquente bem uma panela, acrescente o azeite. Passe o salmão apenas para dar uma selada. Adicione a cebola. Tempere com a pimenta do reino e um pouco de sal. Acrescente o vinho. Em seguida coloque os cogumelos e dê uma refogada, de leve, por uns 3 minutos.
  3. Junte as ervas e o creme de leite. Deixe com que ele aqueça, mas não ferva. Jogue o molho na massa escorrida e pronto!

Comentários no Facebook