A Garota Dinamarquesa & Cinnamon Rolls

O filme que conta a história das pintoras Lili Elbe e Gerda Weneger foi baseado no livro homônimo de David Ebershoff.

Em meados de 1910, Einar Wegener (Eddie Redmayne) era um artista local na Dinamarca, assim como sua esposa Gerda (Alicia Vikander).

danish-girl-10

O que temos a partir daí é uma das primeiras cirurgia de transgenitalização do mundo.

Einar não se sentia bem dentro de seu corpo de homem. O que mais impressiona no filme é a delicadeza como isso é mostrado. Ele observa as vestes da esposa, da cunhada e aquilo o encanta de uma forma absurda.

Ele queria estar dentro daquelas roupas. Ele queria sentar daquela forma elegante em um sofá.

No momento inicial dessa descoberta, Gerda, depois de chegar em casa de uma noite agradável com o marido, começa  despi-lo. Então se dá conta que por baixo da calça comprida e o terno, ele está com uma camisola de seda dela.

Assim começa a existir Lili Elbe. Einar então passa a posar para Gerda pintá-lo, já vestido de mulher. Ela o leva a eventos socias na cidade e diz que ela é prima de Einar, Lili.

Temos aqui uma história real e eu passei o filme todo pensando que, se hoje em dia, já é difícil alguém ser transexual, imaginem em 1910. Pensa, analisa, reflita.

– O que exatamente aconteceu ontem?
– Houve um momento em que eu não era eu, um momento que eu era apenas, Lili.
– Mas, a Lili não existe. Era apenas uma brincadeira.
– Algo mudou.

Quanta coragem havia naqueles dois?

danish-girl-5

Tanto nele por decidir ser quem ele era mesmo e nela por aceitar isso e nunca ter deixado ele desamparado. Porque ela amava ele. Amava aquela pessoa, não importava  qual corpo ela habitasse.

danish-girl-6

E o amor é isso. O amor é feito de respeito. De aceitar quem o outro é. Não é o que você quer que seja e sim quem ele realmente se sente bem sendo. Acho que esse é o grande problema dos relacionamentos hoje em dia. As pessoas não sabem respeitar o outro. Amar alguém além do amor romântico, o amor verdadeiro. O que supera tudo, mesmo quando aquela pessoa que você ambicionou que estaria a vida toda ao seu lado, como marido-mulher-namorado não está.

Ela quis alçar outros ares, ela quis ser quem ela realmente é.

danish-girl-7

Eu te amo, porque você é a única pessoa que me compreendeu.

O filme é de uma incrível poesia, delicado e poético. Além de exibir belíssimas paisagens da Dinamarca, nos faz viajar na beleza dos figurinos da época.

Trailer:

Os Cinnamon rolls são um clássico da confeitaria dinamarquesa, por isso, ele vai acompanhar o post de hoje.

Eu estava há tempos guardando essa receita do blog The Cookieshop. Uma coisa incrível é que as receitas de lá SEMPRE dão certo. Veja esse bolo de maçã que postei no No Plastic Life…

Eu não fiz a calda que tem na receita original, porque não gosto, particularmente, de coisas MUITO doces. Então se você quiser, é só pegar a receita da calda lá no site da Paula.

Bom, chega de papo e vamos ao que interessa: a receita!

cinamon-rolls

Cinnamon Rolls

Prep: 4 horas
Coz: 30 min
Rende: 12-15 unid

Ingredientes

  • 1 pacotinho de femento biológico seco (10g)
  • 1/2 xícara de água em temperatura ambiente
  • 50g de açúcar
  • 1/2 xícara de leite em temperatura ambiente
  • 75g de manteiga sem sal, derretida e fria
  • 1 colher de chá de sal 1 ovo grande ou extra 460g de farinha de trigo
  • 1 ovo grande ou extra 460g de farinha de trigo
  • 460g de farinha de trigo
  • Recheio: 100g (1/2 xícara) de manteiga derretida
  • 150g de açúcar 2 colheres de sopa de canela em pó
  • 2 colheres de sopa de canela em pó

Modo de Fazer

  1. Comece pela massa: em uma xícara misture o fermento com a água para que ele dissolva. Deixe descansando por alguns minutinhos. Em uma tigela grande (ou na da batedeira), misture açúcar, leite, manteiga derretida, sal e ovo. Adicione a metade da farinha e junte a água com o fermento. Vá colocando aos poucos o resto da farinha, até a massa ficar pegajosa, mas que dê para manipular.
  2. Agora você vai ter que sovar a massa: na batedeira com o gancho para massas pesadas, sove por 10 minutos. Se for a mão, levará mais ou menos uns 15 minutos, até que a massa desgrude das mãos. Cubra a tigela com plástico filme e deixe descansar por 2 horas.
  3. Passado esse tempo aperte a massa com as mãos para tirar o ar. Abra a massa em uma superfície enfarinhada em um retângulo de 20x40 cm. Mistura a canela com o açúcar. Reserve. Pincele a manteiga derretida na massa e em seguida polvilhe com a mistura do açúcar.
  4. Deixe os pãezinhos crescerem por mais 45 minutos e leve para assar em forno aquecido a 180 graus, na grade do meio, por mais ou menos 30 minutos ou até dourarem.

Você também pode gostar de:

Comentários no Facebook

Sem comentários