Lugares Legais: Dirty Old Man

O Dirty é um daqueles bares que desde a primeira vez que eu entrei lá me senti em casa. Gente simpática (bonita também), sonzinho de boas, comidinhas legais e principalmente: chopp maravilhoso. Foi lá que eu me apaixonei pelo chopp english bitter pale ale da Baldhead (inclusive deixo aqui meu protesto que nas duas últimas vezes que fui lá estava em falta, aí tive que tomar um Scoth Ale, que é incrível também.).

No bar, os bebuns ainda estavam lá, e não pareciam nem um pouco mais bêbados. Era preciso muita coisa pra derrubar um profissional. (Charles Bukowski in Hollywood)

DIRTY_OLD_MAN 1
Para quem não sabe, mas presume, pelo nome do bar, é um lugar temático, inspirado no escritor alemão Charles Bukowski (meu ídolo mór, diga-se de passagem). Temos nas paredes fragmentos de sua obra, assim como um belo quadro dele nos bastidores de Barfy. Esse quadro fica acima de um sofá pra lá de confortável que só consegui sentar uma vez, pois é um lugar bem disputado lá dentro.

Além disso temos várias máquinas de escrever antigas espalhadas pelo bar. Você fica lá dentro olhando para a estante de livros e só sabe lembrar de literatura, bebidas e Buk!

No cardápio você encontra coisas bem gostosas para comer, a gente quase sempre vai de batatas rústicas, que vem com uma guarnição que é um molho de tomates frescos muito gostoso.

Além disso tem bruschettas, piadine e sanduíches. Tem sempre versões sem carne de tudo, como por exemplo o sanduíche de pão cervejinha, carne de soja e quinua, cogumelos, ricota temperada, tomate, picles de cebola e pesto. Pensa.

Para beber você pode optar por um dos drinks da casa, que tem uma lista imensa de tipos. Eu como não sou dos destilados prefiro ficar abraçada na carta de cervejas e chopps.

DIRTY OLD MAN 2
Sempre vale dar uma perguntada para o atendente o que tem nos barris, porque tem dias que tem algumas coisas diferentes que não estão no cardápio.
Recomendo fortemente.

Dirty Old Man
R. Gen. Lima e Silva, 956
Cidade Baixa
Porto Alegre-RS

Deixo aqui embaixo uma lista de 5 filmes inspirados na obra ou na pessoa de Bukowski. Essa lista foi feita pelo Daniel Feix e achei ela bem interessante. Bora lá?

5 FILMES PARA CONHECER BUKOWSKI

Por Daniel Feix ([email protected])

1) Crônica de um Amor Louco (1981)
A primeira adaptação de Bukowski largamente conhecida vem da Itália. Neste filme do cineasta Marco Ferreri (de A Comilança), Ben Gazzara interpreta um poeta alcoólatra e rebelde, alter ego do escritor, que vaga pelo submundo de Los Angeles até conhecer uma prostituta linda e autodestrutiva (a atriz Ornella Muti), com quem inicia um romance que se transforma em tragédia.
2) The Killers (1984)
Este filme pouco conhecido do diretor idem Patrick Roth tem uma particularidade: a participação do próprio Charles Bukowski como o personagem O Autor. Baseado na história homônima de Bukowski, a trama narra o envolvimento de um pacato agente de seguros (interpretado pelo ator Jack Keroe) com um criminoso (Raymond Mayo) em Bervely Hills.
3) Crazy Love (1987)
Premiada (no Festival de San Sebastian) produção belga que o diretor Dominique Deruddere adaptou de vários contos de Bukowski, como A Sereia que Copulava em Veneza, Califórnia. A trama acompanha três noites importantes na vida de um homem, uma delas quando ele tinha 12 anos, a segunda no dia de sua formatura e a última já na terceira idade, amargurado.
4) Barfly – Condenados Pelo Vício (1987)
Diretor de Medidas Desesperadas e Mulher Solteira Procura, Barbet Schroeder assina este elogiado longa que tem como protagonistas Mickey Rourke e Faye Dunnaway (indicada ao Globo de Ouro pelo papel). Trata-se de uma história semi-autobiográfica que o próprio Bukowski escreveu (a pedido de Schroeder) e que foi publicado, com ilustrações do autor, antes da conclusão do filme.
5) Factótum – Sem Destino (2005)
Consagrado no circuito de arte, o realizador norueguês Bent Hamer adaptou o romance homônimo de Bukowski em Hollywood na década passada. No filme, Henry Chinaski (Matt Dillon) vive se empregando e sendo demitido de uma série de subempregos, que encontra para tentar bancar sua vida de bebedeiras, apostas em cavalos, mulheres e, principalmente, de escrever livros que nunca serão publicados.

Comentários no Facebook

2 Comentários

  • Bia 31 de agosto de 2015 (08:58)

    Estive em Porto Alegre esses dias e acabei indo parar no Dirty Old Man e olha, a primeira impressão foi ótima. Chopp delícia, comida (por sinal, pedi essas batatinhas aí! ) dez, atendimento show também. É uma boa recomendação, realmente.

    • Sara Graciano
      Sara Graciano 31 de agosto de 2015 (09:19)

      Oi Bia! Que legal seu comentário, bom que esteve lá e gostou! =)
      Beijos