O Segredo do Grão & Couscous Marroquino

“O Segredo do Grão” dirigido por Abdellatif Kechiche mostra a vida de uma família (enorme) de origem árabe imigrante na França.
O filme é protagonizado por Slimane Beiji um homem de 60 anos que está desempregado, depois de ter passado a vida toda trabalhando em docas. Um homem sensível, que mora em um quarto do hotel de sua companheira. Ele sai esporadicamente para almoços junto a família, que por sua vez, o deixa meio de lado por conta de sua situação de vida.
O filme todo gira em torno do Couscous – Slimane quer abrir um restaurante em um barco e aposta na receita de couscous de sua ex-mulher para que o local seja um sucesso. Interessante o modo como é mostrada a vontade e tamanha perseverança dele, pois isso faria com que ele retomasse sua vida e reconstruiria a parte dele que está tão desanimada com tudo. É um homem visivelmente cansado.
Há toda uma metáfora entre o barco ser o novo porto-seguro de Slimane, já que ele simboliza sempre chegadas, mas também partidas, há toda uma relação com a imigração e o descontentamento dos franceses com ela. O sucesso do restaurante soaria como uma conquista de aprovação do povo árabe em solo francês.
Ele recebe a ajuda da filha de sua namorada, Rym, vivida por Hafsia Herzi (premiada por essa atuação no Festival de Veneza em 2007) uma menina muito especial que o auxilia e incentiva muito. Vejo como o ponto forte do filme a amizade deles e o quanto isso pode ser importante para alguém que se sente deixado de lado pela sociedade e por sua própria família.
A receita de hoje foi o acompanhamento do Carré de Cordeiro. Lembram?
Ficamos pensando em o que combinaria bem com prato, então escolhemos o Couscous por ser algo neutro mas, ao mesmo tempo, saboroso. Vamos lá?

 

Couscous Marroquino

Prep Time: 20 mins
Cook Time: 10 mins
Yields: 2

O que você vai precisar?

  • 1 xícara (chá) de couscous marroquino
  • 1 cenoura média
  • 1/2 pimentão verde
  • 1/2 cebola roxa
  • 1 xícara (chá) de tomate-cereja
  • 1 xícara (chá) de caldo de legumes (se for usar cubo, dissolva apenas 1)
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de salsinha picada Sal e pimenta do reino a gosto.
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

Como fazer?

  1. Pique todos os legumes. Reserve. Em uma panela aqueça o azeite, refogue a cebola. Em seguida coloque a cenoura, diminua o fogo e deixe cozinhar por alguns minutos. Agora adicione o pimentão e o tomate.
  2. Tempere com um pouco de sal e pimenta do reino. Reserve.
  3. Aqueça o caldo de legumes e coloque adicione o couscous ao caldo, dando uma breve mexida. Desligue o fogo e tampe a panela. Deixe ali por uns 15 minutos.
  4. O couscous vai inchar e cozinhar no próprio vapor. Solte com um garfo os grãos do couscous já cozido e vá misturando os legumes nele. Junte a salsinha e está pronto. =)

Comentários no Facebook

3 Comentários

  • Mirella Camargo 22 de junho de 2012 (20:24)

    Eu preciso urgentemente fazer este couscous!! Nunca fiz. E o filme mais um pra listinha. Beijos

  • Fernanda Saraiva 12 de dezembro de 2012 (12:47)

    Adorei a receita!
    bjo

  • Espaguete à bolonhesa 18 de fevereiro de 2015 (15:29)

    […] vida, tanto sexual quanto afetiva. Dirigido genialmente por Adbellatif Kechiche (que já vimos em O segredo do grão) o filme começa com o início da vida sexual de Adéle, onde ela conhece um garoto no colégio e […]