Intocáveis & Estrogonofe de carne

Fazia algum tempo que eu estava para assistir Intocáveis, um filme dirigido por Olivier Nakache e Eric Toledano, que conta a história real de Philippe Pozzo di Borgo com o argelino Abdel Yasmin Sellou. Na história são respectivamente Philippe, um empresário rico que fico tetraplégico (vivido pelo excelente François Cluzet) e Driss (Omar Sy) que passa a ser seu ‘enfermeiro’ logo no início da película. Driss não queria o emprego. Apenas queria uma assinatura para levar ao Seguro Social, que lhe garantiria mais um mês de renda.

815oFolvjcL._SL1500_

Omar Sy conquista o telespectador desde o começo do filme, impossível não se contagiar pelo sorriso enorme e a sinceridade daquele ser humano. É isso que faz com que Philippe se sinta tão bem ao lado dele. Meio desajeitado, vai aprendendo como se cuida de uma pessoa deficiente, mas sem nunca deixar isso claro. Não há diferenças. Eles se divertem o filme todo, desde um passeio no meio da noite quando lhe falta o ar, até quando estão em um restaurante e Omar diz: ‘o bolinho estava mole por dentro, por favor me veja uma tarte, mas dessa vez bem cozida’ – falando do petit gateau que comeu de sobremesa.
Os mundos completamente diferentes dos dois se chocam em uma das coisas mais bonitas que podem existir entre duas pessoas: a amizade. O que era  para ser apenas uma relação de  trabalho, se torna uma lição de vida e de como se deve tratar as pessoas: sem desigualdade.

209751
É um filme divertido e que prenderá a sua atenção do início ao fim.
Um menção honrosa para cena do aniversário de Philippe, quando Driss, depois de ouvir todas as músicas clássicas do patrão, coloca um soul e começa a dançar, puxando todo mundo para a pista.  O que se vê é que ele dança pelo amigo, já que o mesmo só mexe do pescoço pra cima. Épico. Você se pega sorrindo para tv e com o coração cheio de felicidade.Resolvi postar com o filme um Estrogonofe, porque apesar de ser um prato russo, temos dedinhos franceses quando foi introduzido o cogumelo em seu preparo, o que é bem comum em nossa cozinha de hoje.

strogonoff_final

 

Estrogonofe de Carne

Prep Time: 15 mins
Cook Time: 30 mins
Yields: 2

Ingredientes

  • 400 gr. de alcatra cortada em tirinhas (podes usar outra carne de sua preferência como filet mignon ou patinho)
  • 1 cebola grande picada
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 colher de azeite de oliva
  • 300 ml de creme de leite fresco
  • 200 g de champignon em lascas (usei mini-champignon por isso não cortei)
  • 1 colher de sopa de páprica doce
  • 1 colher de sopa de páprica picante
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo
  • 1/2 xíc. de caldo de carne pronto Sal a gosto Conhaque para flambar
  • Sal a gosto Conhaque para flambar
  • Conhaque para flambar

Modo de Preparo

  1. Em uma panela bem quente coloque a manteiga para derreter com o azeite. Coloque metade da carne para fritar. Quando estiver dourada, retire da panela e leve a outra metade para fazer o mesmo processo. (isso serve para não juntar água e evitar que a carne endureça.)
  2. Volte com a carne toda a panela e adicione a cebola e o alho. Acrescente o conhaque e flambe. Deixe refogar por alguns instantes. Coloque a farinha e misture bem.
  3. Em seguida adicione o caldo de carne, os champignon, as pápricas e o sal. Em fogo baixo, deixe isso apurar por uns 10 minutos.
  4. Com o fogo já desligado coloque o creme de leite e misture bem. Sirva com arroz e batata palha.

7 Comentários

  • Daniel Becher 13 de novembro de 2012 (07:07)

    Tá bonito, heim? 🙂

  • Sara Graciano 13 de novembro de 2012 (19:15)

    E ficou uma delícia =)

  • Manoela Vianna 14 de novembro de 2012 (09:25)

    Que ótima sugestão de filme. Só do que vc escreveu deu uma vontade incrível de ver. E depois que vi o trailer… É o próximo da minha lista, com certeza.

  • Juliana 15 de novembro de 2012 (13:13)

    Acabei de assistir no cinema do Moinhos… É ótimo mesmo este filme, não é à toa que está tantos meses em cartaz. E já que estava por lá, não podia deixar de dar uma passadinha na Media Luna para comer aquele mil folhas de doce de leite maravilhoso!

  • Sara Graciano 16 de novembro de 2012 (05:53)

    Pois é verdade mesmo, Ju. Eu vi que ele ainda andava em cartaz no Moinhos e fiquei pensando nisso: merece. Haha. Nem me fale no mil folhas de doce de leite, fiquei com vontade de ir lá comer! haha, beijos!

  • Sara Graciano 16 de novembro de 2012 (05:54)

    Veja sim, Manoela, não vai se arrepender…é daqueles filmes que deixam a gente feliz depois que assiste, sabe? Bjs!

  • Pri 27 de novembro de 2012 (08:40)

    Filme querido. Fiquei curiosa quando vi a chamada e sem entender por que strogonoff. Agora explicado… rs.
    Bjs

Comente com o Facebook